FALTA DE DISTINÇÃO ENTRE ONDE COMEÇA A EMPRESA E TERMINA A FAMÍLIA

É natural que o empresário prepare seu sucessor dentro da sua família e é humano que ele tente ajudar a todos os membros de sua família, ocorre que numa empresa as decisões baseadas em humanidade e naturalidade, nem sempre são as melhores decisões. Preparar seus sucessores em outros ambientes profissionais capacitá-los para que conquistem o direito de gerir esse negócio e preparar um plano sucessório com regras claras para que membros da família assumam posições na empresa são receitas de grande possibilidade de sucesso.
Outra questão extremante danosa para empresa é o caixa comum da família e negócio, onde despesas particulares, retiradas dos sócios excessivas, falta de regras claras e desinformação a respeito da capacidade do negócio gerar recursos, podem levar a empresa, pela diminuição do capital de giro, a captar recurso para outros fins estranho as reais necessidades do negócio. Receita para que a alavancagem financeira que deveria ser usada para multiplicar a rentabilidade se torne, simplesmente, um risco de insolvência.

Deixe uma resposta